© 2017 by GanjaTalks

  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square

Ontem, lançamos um novo curso no Ganja Talks University: Extrações sem Solventes com Marcus Bubbleman. O projeto é o resultado de uma parceria com Bubbleman, que acumula mais de vinte anos de experiência no assunto e é o principal profissional do ramo no Canadá, com a necessidade de compartilhar conhecimento sobre processos que são tendência mundial no mercado de cannabis e, por isso, devem ser falados, discutidos e esclarecidos por alguém com referência....

Estamos a menos de um mês da terceira edição do festival Ganja Talks, projeto que começou em 2015, quando participei da Cannabis Cup de Denver, no Colorado, e tive uma experiência que mudou minha maneira de enxergar a maconha, os eventos ligados a ela e a profissionalização desse mercado. Imagina a cena: um lugar dedicado à cannabis, cheio de investidores, empreendedores, cultivadores e estudiosos que se unem para promover debates, trocas e projetos. Para alguém com...

Desde que comecei a empreender com cannabis, recebo muitas mensagens de pessoas pedindo conselhos para começar um negócio relacionado. Costumo dizer a elas que o universo para quem quer empreender ou se tornar um profissional especializado é imenso, com muitas possibilidades: desde ser um ganjapreneur, como eu, até se especializar como budtender, o sommelier da cannabis, produzir e vender os próprios bongs ou criar uma agência de publicidade voltada ao tema, por exe...

Informação é uma das chaves para o sucesso de quem quer empreender no mercado canábico. Sabemos como é difícil, por si só, dar início a um projeto, e como pode ser estressante esse processo. Imagine, então, as dificuldades para construir um empreendimento no mercado canábico brasileiro, onde ainda há muito preconceito por parte da sociedade e as barreiras legais para atuação ainda não são favoráveis.

A palavra empreendedorismo normalmente vem acompanhada, ou está pró...

Nunca foi tão importante entender o público-alvo e posicionar sua marca no mercado de cannabis de maneira eficiente. A exemplo da indústria do álcool, onde existem diversos perfis demográficos que consomem essa substância, com a cannabis não é diferente - os consumidores não têm as mesmas características, nem pertencem aos mesmos grupos sociais.  

Existe a ilusão de que o consumidor de maconha se enquadra em um estereótipo. As marcas e os profissionais sustentam, des...

São 9h e acendo meu primeiro beck do dia. Uma xícara de café na mão e uma sativa que levanta o astral são o segredo para uma manhã produtiva e cheia de compromissos. A primeira reunião, às 10h, acontece em um dab lounge, com sessions que estimulam a troca de ideias e a reciprocidade com meus parceiros de negócios. Os terpenos mantêm a brisa pela tarde, período em que, quando posso, pauso o trabalho para cuidar de mim. Quando a noite chega, é hora de criar – é quando...

Durante a minha caminhada pelo empreendedorismo canábico, com o desenvolvimento do Who is Happy e do Ganja Talks, conheci muitas pessoas que, como eu, abandonaram a ideia de prosperar no Vale do Silício por algo bem mais satisfatório, que tem a ver com aquele sonho de trabalhar com uma verdadeira paixão: a cannabis.

Eu sempre fui apaixonado pela ideia de startups, empreendedorismo digital, aplicativos. No início de 2013, desenvolvi uma rede social de perguntas e resp...

Please reload

gtu-business-summit-336x280.gif

destaques

Please reload

nas redes sociais

  • Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • YouTube Social  Icon
  • Instagram Social Icon

INSTAGRAM