Colorado aprova lei para criação de clubes canábicos

03/09/2017

 

A Câmara dos Senadores do estado do Colorado aprovou na última quinta-feira uma lei que autoriza e regulamenta clubes canábicos em todo o território do estado, porém, não sem a oposição do governador democrata John Hickenlooper, que propôs até um veto à medida se o consumo dentro desses locais não for proibido.

 

Hickenlooper também está preocupado com o governo Trump, e vê a criação dos clubes como um pretexto para intervenção federal no mercado de cannabis: "Eu realmente acho que, levando em conta a incerteza em Washington, 2017 não seja um ano para se expandir e ampliar as fronteiras de um mercado como o da cannabis", disse o político.

 

Desde 2012, a cannabis é legalizada no estado de forma recreativa, e o que se tem visto nas ruas das cidades do Colorado é que muitas pessoas estão usando cannabis indiscriminadamente em parques e outros locais públicos. Os apoiadores da nova lei afirmam que ela trará um alívio para esses espaços, já que os consumidores estariam em lugares apropriados para a atividade, ao invés desses locais públicos, porém, no texto não há qualquer referência sobre a permissividade do uso de maconha nos clubes.

 

Diferentemente dos clubes de Amsterdam e Barcelona, por exemplo, os clubes canábicos do Colorado seriam apenas locais para encontro, onde não haveria venda de maconha, nem álcool ou comidas, com exceção de lanches e aperitivos, cabendo ao usuário levar sua própria maconha para consumo.

 

Outra boa motivação para a criação da lei é o fato de já existirem muitos clubes de cannabis no estado, mas não de maneira legítima, o que causa confusão nas gestões municipais, que não sabem como lidar com esse tipo de estabelecimento. O senador republicano Bob Gardner, um dos apoiadores da lei, afirma que "estamos enfrentando muitos problemas no estado, onde muitos cidadãos estão reclamando do uso de cannabis em público por parte dos usuários".

 

O governador Hickenlooper também é contrário ao fumo, "fumar é uma coisa ruim. Não acho que devíamos sair por aí encorajando esse comportamento", disse o democrata, em relação à nova lei não fazer menção ao fumo de cannabis em locais fechados. Apoiadores da lei, porém, contradizem o governador, alegando que ela não incentiva o consumo indoor de maconha. "Os clubes de cannabis são tão exclusivos e privados que é mais provável que esses encontros aconteçam nas casas das pessoas do que em um restaurante ou outro estabelecimento do tipo", disse o senador Gardner.

 

Apesar dos diversos impasses criados pelas novas leis e regulamentações, o Colorado desponta como um dos locais mais bem-sucedidos em relação à legalização da cannabis, mostrando que cada vez mais, a cultura canábica está se expandindo e permeando outros nichos e grupos sociais.

 

 

Fontes: http://hightimes.com/news/marijuana-clubs-approved-in-colorado-senate/

https://leg.colorado.gov/bills/sb17-063

Imagens: growingdenver.com/; denverpost.com/; 

Please reload

gt-banner-quadrado-volta-ao-mundo.gif

destaques

Please reload

nas redes sociais

  • Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • YouTube Social  Icon
  • Instagram Social Icon

© 2017 by GanjaTalks

  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square