© 2017 by GanjaTalks

  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square

Lei americana faz empresários da cannabis buscarem campo de atuação no Canadá

04/06/2017

 

As leis americanas representam um empecilho para o desenvolvimento de empresas canábicas nos Estados Unidos, mesmo após a legalização em diversos estados. No âmbito federal, a maconha continua ilegal, o que gera um entrave entre o mercado, empresas e os bancos, que são regidos pela lei federal.

 

Como o status da cannabis continua ilegal em um aspecto nacional, as empresas carecem de serviços e vantagens de operações financeiras pois aos olhos do governo, elas estão "lavando dinheiro". Além disso, os empresários do ramo se vêem diante de um dilema que requer estrategias e manobras fiscais para que seus negócios tenham rotatividade.

 

Além desse problema, as empresas ficam impedidas de botarem ações à venda nas bolsas de valores americanas, já que a origem de seus ganhos é "ilegal". Mas o entrave tem feito com que cada vez mais empresas americanas rumem ao vizinho do norte, o Canadá, para que os negócios desenvolvam-se sem maiores complicações.

 

A lei canadense permite o uso de maconha medicinal em nível federal, portanto empreendedores, agricultores e outros setores do ramo operam sem qualquer tipo de problema com a lei. O empresário e ex-investidor do banco Goldmann Sachs, Hadley Ford, por exemplo, tem apostado no Canadá para conseguir financiamento para sua investida canábica.

 

O empresário criou uma empresa pública para arrecadar fundos à sua iniciativa no Canadá, o que permite à empresa de Ford atuar no país sem temer a legislação e ainda, consegue operar em ambos os países ampliando as conexões da empresa e escapando da problemática lei americana. 

 

Ford faz parte de um grupo crescente de empresários que estão migrando suas operações para o Canadá em busca de facilidades tanto no âmbito legislativo, quanto na parte prática dos negócios com cannabis, "nós temos um campo de investimento de mais de 50 bilhões de dólares, o que significa inúmeras oportunidades e diversificação para a empresa." diz o empreendedor, que já conseguiu investimentos de mais de 50 milhões de dólares canadenses (aproximadamente 37 milhões de dólares americanos).

 

A estratégia dos empresários da cannabis pode ser mais do que uma "fuga da lei", pois representa também uma expansão e maior conexão entre empresas de diferentes áreas, em diferentes contextos dos países e o que antes era visto como uma barreira para o crescimento dos negócios pode estar colaborando para que o compartilhamento e a ampliação do networking canábico ocorra de maneira ainda mais rápida.

 

Fonte: http://www.thecannabist.co/2017/04/06/cannabis-stock-exchange-shares-canada-united-states/76785/

Imagens: www.cbc.ca/; marijuanatimes.org/; weedjournal.org/

 

 

 

 

 

 

Please reload

gt-banner-quadrado-volta-ao-mundo.gif

destaques

Please reload

nas redes sociais

  • Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • YouTube Social  Icon
  • Instagram Social Icon

INSTAGRAM