© 2017 by GanjaTalks

  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square

5 dicas para quem quer empreender com cannabis

04/11/2017

 

Não é fácil abrir um negócio próprio, entre dinheiro, burocracia, recurso humanos e estruturais, montar a própria empresa é sempre um desafio. E o jogo fica ainda mais complexo se a cannabis estiver envolvida. Leis conflitantes, falta de estrutura e recursos para gestão, abrir uma empresa canábica, mais especificamente uma startup, requer coragem, paciência e talento, e por isso, elencamos cinco aspectos que todo empreendedor da ganja deve ter para desenvolver seu produto ou negócio com sucesso.

 

1- Seu time é ponto-chave

De acordo com o ganjapreneur Micah Tapman, da CanopyBoulder, as equipes que dão corpo à empresa são fundamentais para o seu bom funcionamento, "é preciso ter diversidade, mas também uma individualidade e uma gama variada de habilidades entre os integrantes da equipe, especialmente na indústria canábica", afirma Tapman.

 

2- Arrume um bom advogado

Karyn Wagner, da Paradigm Cannabis, diz que é preciso se atentar ao lado jurídico, e contratar mais de um advogado, "é preciso de um advogado para a empresa e outro pessoal para o dono, assim como qualquer sócio deve ter o próprio advogado. Sei que parece um exagero, mas é a melhor forma de manter o interesse de todos os envolvidos protegidos", diz a especialista.

 

3- Seja autêntico

Se existe uma indústria rica em diversidade e variedade de players, é a canábica. Nenhum outro ramo dos negócio tem tanto espaço para diferentes estilos e perfis de empreendedores, que vão desde ex-investidores de Wall Street, corretores de valores e capitalistas, até nerds, hippies e outros tipos de novos empresários, como os ganjapreneurs de startups.

 

4- Se sentir que não sabe o que está fazendo, não se preocupe: outros já estiveram na mesma posição

Uma das características mais marcantes dos empreendedores é o erro. Aventurar-se num mercado amplo e cheio de novidades não é uma tarefa fácil, portanto é preciso estar pronto para falhar, e falhar muito, para depois trabalhar em cima dessas falhas e corrigir os erros.

 

5- Procure maneiras de manter sua saúde mental

Apesar de todos os louros e bons frutos colhidos pelo trabalho com a cannabis, nem sempre a rotina colabora com a saúde dos envolvidos, por isso é importante sempre se atentar ao fato de que o ser humano possui limites e é preciso respeitá-los. Começar qualquer negócio do zero pode ser bastante estressante, então, manter uma rotina de exercícios físicos e pausas programadas para aliviar a tensão do trabalho são essenciais para manter o bom funcionamento da empresa.

 

Fontes: http://www.westword.com/marijuana/ten-things-a-budding-ganjapreneur-should-know-about-starting-a-cannabis-business-8816726/2

Imagens: westword.com/; pixabay.com

Please reload

gt-banner-quadrado-volta-ao-mundo.gif

destaques

Please reload

nas redes sociais

  • Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • YouTube Social  Icon
  • Instagram Social Icon

INSTAGRAM