© 2017 by GanjaTalks

  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square

SAFE Banking Act. - O empurrão que faltava

 

Até hoje a indústria da cannabis nos EUA é proibida de ter acesso aos serviços bancários. Transações só em dinheiro. Isso está prestes a mudar. É o empurrão que faltava, ou a oportunidade para os intrusos se apropriarem do mercado?

 

 

Leis Estaduais x Leis Federais

Um amigo meu esteve na Califórnia no fim do ano passado. Havia ido visitar o irmão, e foi muito entusiasmado com a possibilidade de comprar cannabis tranquilamente nos dispensários..

 

Quando ele voltou, relatou que havia achado algo curioso. Os dispensários não aceitavam cartão de crédito, só era possível comprar cannabis com dinheiro vivo - cash!

 

Eu expliquei a ele, que embora vários estados já tenham liberado a cannabis, em nível federal ela ainda é proibida.

 

Por isso os bancos acabam rejeitando a abertura de contas daqueles que atuam no mercado de cannabis.

 

Agora, imagine você, o quão difícil pode ser a operação de uma indústria multi-milionária em dinheiro vivo.

 

E os bancos são bastante rigorosos em sua ‘malha-fina’. Em setembro de 2018, o CEO da empresa Green Bits recebeu uma ligação do gerente do seu banco, gentilmente avisando que a sua conta seria encerrada.

 

Ao questionar o gerente sobre os  motivos que o levaram ao fechamento da conta, foi informado de que era por causa de seus ‘negócios canábicos’.

 

O curioso é que a Green Bits é uma empresa do chamado mercado auxiliar. Isso significa que eles jamais tem contato com a cannabis, em toda a sua operação.

 

A Green Bits fornece softwares de gestão para diversos dispensários dos EUA.

 

Essa situação acabava gerando um enorme gargalo, impedindo o pleno desenvolvimento do mercado canábico.

 

 

SAFE Banking Act.

SAFE é sigla para Secure and Fair Enforcement, algo como “ato bancário para a aplicação justa e segura da lei”.

 

A legislação, aprovada em 25/09/19 passa a permitir que os bancos abram contas e transacionem com a indústria da cannabis.

 

Poucas vezes, no congresso americano, republicanos e democratas votam em concordância. Mas foi assim dessa vez. Praticamente todos os democratas votaram a favor da lei e mais da metade dos republicanos concordaram.

 

Se os senadores confirmarem a votação do congresso, a lei passará a valer. 

 

A expectativa é a de que o Senado confirme, jornalistas que cobrem o Senado dizem que a matéria passará facilmente..

 

 

 

O Início de uma Nova Era?

Tem muita gente de dentro da indústria entusiasmado com as consequências da aprovação da lei. 

 

É realmente um gargalo bastante relevante a impossibilidade de contar com o sistema bancário, ainda mais considerando que estamos falando de um mercado multimilionário.

 

Além disso, o acesso ao crédito é sempre bem mais complicado quando a sua empresa não tem acesso ao sistema bancário.

 

A possibilidade de poder transacionar através dos bancos, sem dúvidas irá acabar com o gargalo financeiro que tanta ineficiência causa ao sistema.

 

Além disso, a transparência das transações irá aumentar, elevando a segurança jurídica, dando ainda mais legitimidade aos negócios.

 

Acredita-se que o acesso aos bancos era o empurrão que faltava para o desenvolvimento do mercado canábico americano, sendo esse o gatilho para a expansão exponencial da indústria.

 

 

 

Ou um ‘Cavalo de Tróia’?

O ex-conselheiro para políticas de controle das drogas da Casa Branca, Kevin Sabet, aproveitou as recentes mortes ocasionadas pelos ‘vaps’ para propagar sua retórica proibicionista:

 

“Os americanos estão adoecendo e já temos uma dezena de mortes vindas do consumo de vaporizadores de cannabis”.

 

O político disse ainda:

 

“Esta legislação é um presente para a indústria do cigarro e do álcool, que já investe na cannabis. Garantir à indústria da cannabis o acesso aos bancos fará jorrar dinheiro oriundo dos barões do vício, para expandir nossos problemas - que são inúmeros”.

 

Apesar do viés proibicionista de suas observações, vale a pena refletir sobre o que foi dito.

 

É verdadeira a tese de que muitos players, que nada tem a ver com a cannabis, que sempre apoiaram a criminosa proibição, estão de olho nos bilhões de dólares que serão gerados.

 

E qual deve ser o nosso posicionamento diante disso?

 

É uma pergunta difícil de ser respondida. Embora a entrada de dinheiro institucional seja benéfica para o desenvolvimento do mercado, há o risco de que as coisas fujam do controle, com o surgimento de poucos monopólios canábicos que seriam responsáveis por inundar o mercado com uma cannabis genérica e carente de alma.

 

E aí? 

Nós do Ganja Talks nos interessamos muito pelo tema, e estaremos acompanhando de perto os movimentos do mercado. 

 

Acreditamos que os empreendedores que estão surgindo hoje são os filhos da contracultura, que cresceram vendo as injustiças e a violência que um sistema guiado unicamente pelo lucro pode gerar.

 

Please reload

gt-banner-quadrado-volta-ao-mundo.gif

destaques

Please reload

nas redes sociais

  • Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • YouTube Social  Icon
  • Instagram Social Icon

INSTAGRAM