© 2017 by GanjaTalks

  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square

Diversificar para empreender: a comunicação canábica na era dos termos

 

Nunca foi tão importante diversificar a conversa com o público consumidor de cannabis na internet. Se, por um lado, a democratização e o ampliamento da difusão de conteúdo que as plataformas da web proporcionam são revolucionários, por outro, somos reféns dos termos de uso e das políticas de privacidade dessas mesmas plataformas.

 

Acompanhamos, recentemente, uma sucessão de censuras a canais no Youtube que sempre foram referência na produção de conteúdo relacionado à cannabis. Contas no Instagram de dispensários também foram bloqueadas da rede, algumas por várias vezes seguidas. E não é só isso: marcas enfrentam vários problemas na comunicação digital, seja para impulsionar posts ou até para inserir seu produto em app stores - o aplicativo MassRoots, concorrente do Who is Happy, por exemplo, teve problemas na Apple Store por questões de política de privacidade da empresa. A questão que fica é: como garantir uma comunicação fluida, constante e segura com os clientes? Nesse caso, mais é mais.  

 

As redes sociais tradicionais são importantes para a construção de uma comunidade canábica, mas não devem ser a única forma de comunicação com o público-alvo. Se você concentra toda comunicação em um perfil, que pode ser banido sem aviso prévio, a ruptura será drástica e seu trabalho construindo, com cuidado, a narrativa da sua marca, perdido.  Essa relação multimídia pode se dar por diversas esferas: produção de conteúdo, participação e parcerias em sites e blogs especializados, disparo de e-mail marketing, produção de eventos e assessoria de imprensa. Assim como cada canal tem suas características, essa presença precisa ser analisada, claro, de acordo com os objetivos que o empreendedor gostaria de atingir. De qualquer forma, combinar várias ferramentas pode ser um caminho. 

 

Um trabalho de posicionamento de marca pode ser bem diferente de um conteúdo focado em conversão ou venda para o consumidor final. A minha dica é tentar fazer com que vários meios encontrem sinergia e que você possa ter seu público presente em diversos canais,com uma comunicação customizada de acordo com a plataforma, que dita o tom da conversa. Essa é uma estratégia que acho válida, porque vejo aplicada nos meus negócios com um resultado bem positivo - recebemos contato do nosso público por todos os canais que atuamos e isso não nos torna (tão) dependentes de uma mudança de política ou alteração nos termos de uso, porque nossa comunidade é protegida por uma rede multimídia. 

 

Quer saber mais sobre empreendedorismo canábico? Clique AQUI e deixe sua pergunta ou comentário, que darei um retorno em uma próxima oportunidade. 

Please reload

gt-banner-quadrado-volta-ao-mundo.gif

destaques

Please reload

nas redes sociais

  • Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • YouTube Social  Icon
  • Instagram Social Icon

INSTAGRAM