História, cultivo e empreendedorismo sob o olhar delas

12/04/2018

 

 

Um meta-estudo da Universidade de Cagliari, em Monserrato, na Itália, sugere que, enquanto os homens parecem mais propensos a experimentar cannabis e usar doses mais altas, mulheres tendem a desenvolver um hábito regular de uso. Bem, isso não é lá uma novidade, por assim dizer - a íntima relação entre a cannabis e as mulheres é documentada desde antes de Cristo. A deusa egípcia da sabedoria, Seshat, é retratada com folhas de cannabis sobre a cabeça. Exemplos do elo entre o consumo da planta e as mulheres pela História não faltam - o artigo da Medium conta bem essa história. 

 

A literatura feminina (de e/ou para mulheres) focada em cannabis pode ser considerada tímida se comparada a esta relação ancestral, mas principalmente quanto ao número de autores que publicam sobre o mesmo tema. Mas ela existe, é claro. Não apenas existe como trata de registrar como as transformações geracionais tiveram efeitos aos dois lados.

 

Enquanto ainda, aos olhos de muitos, as palavras mulher e cannabis não se misturam, algumas autoras mostram que elas não apenas se misturam, mas se completam e se transformam. Confira, abaixo, três dicas de leitura sobre a história da cannabis, cultivo e empreendedorismo sob o olhar de escritoras canábicas. 

 

Tokin' Women - A 4000-Year Herstory of Women and Marijuana, por Nola Evangelista

 

O livro, infelizmente ainda não disponível para entrega no Brasil, nem em português, é um compilado de 50 histórias que relacionam o feminino à cannabis. Escrito pela ativista Nola Evangelista, reúne passagens relacionadas à deusas ancestrais, musicistas e estrelas do cinema da década de 1960 para contar a versão feminina dessa história. 

 

Feminist Weed Farmer: Growing Mindful Medicine in Your Own Backyard, por Madrone Stewart

 

Disponível na forma de e-book (por US$ 7, em inglês), o título da grower Madrone Stewart é intuitivo. Cultivo de cannabis com uma pitada de meditação zen e insights de como é ser uma mulher em um nicho majoritariamente masculino é o que você pode esperar desta agradável (e poderosa) leitura. 

 

Breaking the Grass Ceiling: Women, Weed & Business, por Ashley Picillo e Lauren Devine

 

Denominado coleção biográfica pelas autoras, o livro (disponível no Kindle por U$ 6,5 ou na Amazon por US$ 15) conta a história de 21 mulheres que contribuíram para abrir caminho para a indústria da cannabis nos Estados Unidos, em áreas como tecnologia, operações em dispensários, recursos humanos, cultivo, pesquisa científica, legislação, produtos infundidos, defesa de direitos e ativismo - bela fonte de inspiração para empreendedores. 

 

 

 

 

Please reload

gt-banner-quadrado-volta-ao-mundo.gif

destaques

Please reload

nas redes sociais

  • Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • YouTube Social  Icon
  • Instagram Social Icon

© 2017 by GanjaTalks

  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square