A importância dos terpenos na cannabis medicinal

12/22/2017

 

Se, por um lado, canabinóides como THC e CBD levam o crédito pelos benefícios terapêuticos da maconha, por outro, estudos revelam que os terpenos, compostos até então subestimados nessa equação, são peças fundamentais para os efeitos medicinais da planta no organismo.

 

Para além das propriedades terapêuticas inerentes aos terpenos que, no corpo humano, podem aumentar o fluxo de sangue para o cérebro, potencializar a atividade cortical e regular a produção de neurotransmissores como a serotonina e dopamina, responsáveis por controlar sono e humor, por exemplo, os terpenos são ainda mais poderosos quando aliados aos canabinóides presentes na planta.

 

Neste caso, os terpenos se mostram eficientes para o tratamento de diferentes condições médicas, que variam de insônia a ansiedade, de inflamações e dores à acne. Esse potencial está ligado diretamente ao fato de que os terpenos trabalham em sinergia com esses compostos, criando o Efeito Entourage, que permite intensificar certas qualidades terapêuticas da planta. Vale notar que cada variedade de cannabis possui seu próprio perfil de terpenos, com propriedades únicas. Um estudo elaborado por Ethan Russo, da GW Pharmaceuticals, no Reino Unido, concluiu que a relação sinérgica entre terpenos e canabinóides realmente possui um potencial significativo para uso médico.

 

Abaixo, listamos algumas condições que podem ser tratadas com o auxílio dos terpenos canábicos:

 

Acne

 

 

Sim, o problema de pele que acomete a juventude e, em alguns casos, a vida adulta das pessoas, pode ser combatido com a ajuda dos terpenos. O estudo de Russo mostra que a união entre terpenos e canabinóides é mais eficaz no tratamento de espinhas do que o triclosan, ingrediente ativo da maioria dos produtos anti-acne. Isso porque os terpenos são conhecidos por seu poder antibacteriano, ideal para eliminar ou enfraquecer as bactérias da acne.  

 

 

 

 

 

MRSA

 

 

O Staphylococcus aureus resistente à meticilina, geralmente referido pela sigla MRSA (do inglês Methicillin-resistant Staphylococcus aureus), é uma super bactéria resistente a antibióticos que, se não tratada, pode levar à pneumonia letal. Em 2005, mais de 18 mil pessoas morreram nos Estados Unidos vítimas da doença, mais do que o número de mortos por HIV no mesmo período.

 

Estudos de especialistas como Ethan Russo e Nicolás Gallucci confirmam que o pineno, encontrado em strains como Jack Herer e Blue Dream, é muito eficaz no tratamento de MRSA, bem como várias outras variedades de bactérias resistentes aos antibióticos.

 

 

 

 

Depressão e ansiedade

 

Já não é novidade que a cannabis é eficiente no tratamento contra patologias psíquicas. Mas, com o avanço no estudo sobre os terpenos, é possível entender a importância dos compostos nesse contexto. Foi provado que o pineno, o linalol e o limoneno, ambos encontrados em variedades canábicas, são capazes de elevar o humor de um paciente, contribuindo para o uso futuro em tratamentos dessa natureza. A revista Physiology & Behavior publicou um estudo que mostra que o beta-cariofileno, encontrado nas amadas OG Kush e Chemdawg, é um poderoso ansiolítico e antidepressivo. Outras pesquisas apontam o terpeno como benéfico para o combate a inflamações e crises de abstinência de álcool.   

 

 

Embora a potencialidade dos terpenos como compostos terapêuticos ainda esteja sendo estudada, já é sabido que eles podem auxiliar no combate a muitas outras condições, como contrações musculares, refluxos gástricos, náuseas, bronquites, epilepsia e úlceras.

 

Se quiser saber mais sobre os terpenos e suas propriedades medicinais, não deixe de baixar o estudo Terpenos: A Evolução da Cannabis, desenvolvido pela Bilva Elemental em parceria com o Ganja Talks e o aplicativo Who is Happy. Ele está disponível para download gratuito aqui.

 

Saiba mais:

https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC3165946/        

https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/20670669/

http://www.idecefyn.com.ar/MMC21PDF/mmcV2130FIN.pdf  

http://www.tandfonline.com/doi/abs/10.1300/J175v01n03_08               

https://herb.co/2017/01/19/pinene/   

http://www.sciencedirect.com/science/article/pii/S0031938414003400              

 

Imagens: estudo Terpenos: A Evolução da Cannabis 

 

Please reload

gt-banner-quadrado-volta-ao-mundo.gif

destaques

Please reload

nas redes sociais

  • Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • YouTube Social  Icon
  • Instagram Social Icon

INSTAGRAM

© 2017 by GanjaTalks

  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square