© 2017 by GanjaTalks

  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square

Maconha como tendência no mercado de lifestyle

03/15/2018

 O movimento estratégico de relacionar marcas a atitudes positivas já não é novidade. As palavras orgânico, natural, sustentável, eco-friendly e local, que estampam alimentos, cosméticos, roupas e itens de lifestyle, refletem a demanda do consumidor por compras conscientes e empresas alinhadas com seus valores. Ironicamente, a maconha, planta mais polêmica e conhecida do mundo, surge como um instrumento poderoso à medida que ganha a aceitação da sociedade e se revela como tendência.

 

Nos Estados Unidos, onde a cannabis é legalizada em alguns estados, mas não federalmente, cerca de dois terços da população é favorável a legalização da planta no país, de acordo com uma pesquisa da Pew Research Center de 2017 - uma porcentagem que dobrou desde 2000. Por isso, não é incomum encontrar empresas e produtos que se aproveitam do momento de glória da cannabis para fisgar um público que se conecte com essa proposta.

 

Em Hollywood, por exemplo, o exclusivo Standard Hotel lançou uma linha de doces canábicos em parceria com a marca Lord Jones, exclusiva aos hóspedes. Em entrevista à High Times, Amar Lalvani, CEO da Standard International, afirma que "a Standard se orgulha de estar na vanguarda desta mudança cultural, tornando-se a primeira empresa hoteleira a melhorar a experiência dos nossos hóspedes desta maneira. A cannabis está ganhando maior relevância como um componente-chave do bem-estar, consciência e descoberta".

 

O mercado de luxo, por sua vez, reposiciona a cannabis como um produto sofisticado e valioso. Head shops apostam em espaços modernos, com design arrojado e ambiente claro, para deixar para trás a ideia de que comprar maconha é obscuro. A Mister Green, na Califórnia, dá ares de galeria de arte à exibição de seus produtos, sem recorrer ao clichê para atrair entusiastas da cannabis. Em entrevista ao site da GQ, o fundador da empresa, Ariel Stark-Benz fala sobre o novo posicionamento sobre a planta: "a cannabis foi abordada de um ponto de vista extremamente simplista. [...] Estamos neste território completamente novo, onde as pessoas estão criando um sistema absolutamente fundamentado para relacionar este novo mundo com o público em geral ".

 

A maconha parece conquistar, aos poucos, seu espaço de honra no universo mainstream - mas não sem resistência. Empresas canábicas ainda encontram barreiras para a publicidade de seus produtos, já que as principais plataformas de mídia, como rádios, emissoras de TV, jornais e revistas, ainda não mudaram a forma como vêem a indústria da maconha. De acordo com o depoimento de Taylor West, diretor de comunicação na agência americana Cohn, ao Marijuana Business Daily, "há muitos equívocos sobre como a propaganda de cannabis deve parecer.Isso está mudando, mas é um processo".

 

Saiba mais em: 

 

GQ

Marijuana Business Daily

 

 

Please reload

gt-banner-quadrado-volta-ao-mundo.gif

destaques

Please reload

nas redes sociais

  • Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • YouTube Social  Icon
  • Instagram Social Icon

INSTAGRAM