© 2017 by GanjaTalks

  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square

Marcas e produtos derivados de cannabis ganham força nos EUA

07/04/2018

 

 

Não há como negar que a indústria da maconha legal é a grande oportunidade da vez. Com números impressionantes, o movimento do mercado em estados americanos que já regulamentaram o consumo recreativo de cannabis gira em cifras bilionárias - enquanto, em 2017, o setor arrecadou US$ 9,2 bilhões, a BDS Analytics estima que esse valor pode atingir a marca de US$ 24 bilhões até 2021.

 

Enquanto os holofotes se voltam à planta mais controversa do planeta, empresas se esforçam para descobrir quem é o publico consumidor - de acordo com a empresa de levantamento de dados sobre o mercado canábico, o perfil desses novos clientes em potencial é diverso, equilibrado em termos de gênero, e converge em alguns pontos, como na faixa etária (aproximadamente 40 anos), no gosto pelas atividades ao ar livre, assim como pela interação social e alto nível de satisfação com a vida. Mas, que tipo de produto relacionado à cannabis essas pessoas consomem? Quais suas preferências e tendências? A BDS publicou um levantamento recente sobre os hábitos e predileções dos consumidores no primeiro trimestre do ano - os destaques estão selecionados abaixo.  

 

 

Decisão de compra

 

Antes restrito à oferta dos mercados ilegais, o poder de compra volta às mãos dos consumidores de cannabis, que se mostram exigentes e conscientes, preocupados com a qualidade, além do gosto, textura e benefícios dos produtos. Produtos com marcas dominam 40% das vendas gerais nos Estados Unidos e devem se fortalecer com o avanço da regulamentação no país - no Colorado e em Oregon, por exemplo, as cinco principais marcas de concentrados têm cerca de 70% de participação de mercado.

 

Edibles

 

O setor de comestíveis é versátil e dá suporte a uma incrível diversidade de produtos - de tinturas a chocolates, passando por balas e doces, que são responsáveis por 38% das vendas desse nicho no primeiro trimestre deste ano. Nos estados de Oregon e Colorado, as balas de goma tiveram aumento de 53% de vendas neste período, enquanto os chocolates subiram 166%. Ainda assim, as flores de cannabis ainda permanecem como as favoritas na preferência do consumidor, abocanhando cerca de metade do mercado - embora em crescimento tímido, se comparado a outros setores, como o de concentrados. 

 

Vapes

 

A categoria que apresenta o melhor crescimento é a de vapes, vaporizadores para consumo de concentrados de cannabis. No Colorado, esse mercado representa 40% das vendas gerais de concentrados - entre 2016 e 2017, os vapes mostraram um aumento de 86% nas vendas no estado. Na Califórnia, antes mesmo da liberação da cannabis para uso recreativo, os cartuchos para vaporizar já mostravam popularidade, representada por um crescimento de 400% entre 2015 e 2016, de acordo com informações da empresa de delivery de cannabis Eaze, publicadas no Business Insider. 

 

Saiba mais em:

BDS Analytics

Business Insider

 

 

 

 

 

 

Please reload

gt-banner-quadrado-volta-ao-mundo.gif

destaques

Please reload

nas redes sociais

  • Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • YouTube Social  Icon
  • Instagram Social Icon

INSTAGRAM