© 2017 by GanjaTalks

  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square

Tweed celebra a união entre cannabis e moda

03/20/2018

A Tweed, uma das maiores e mais engajadas marcas canábicas do Canadá, foi responsável por unir maconha e moda em um projeto colaborativo durante a Toronto Men's Fashion Week, que aconteceu no dia 9 de março em Toronto. Em parceria com dezenove estilistas canadenses, a Tweed apresentou o desfile Tweed: Fabric of Creativity, que contou com 38 peças feitas em tecido tweed e que passam a filosofia da marca. “Com marcas como Argyle e Herringbone, estamos empolgados para finalmente nos envolver como comunidade de moda diversificada e criativa para dar vida à nossa personalidade, enriquecendo o tecido Tweed através do diálogo e do engajamento ”, afirma, em nota, Bruce Linton, co-fundador e CEO da marca. "Este é um momento e um projeto emocionante para a Tweed". 

 

Subsidiária integral da Canopy Growth Corporation, a Tweed nasceu com a crença de que os benefícios da cannabis, do âmbito medicinal ao recreativo, merecem ser reconhecidos. Por isso, foca não apenas na produção de flores de alta qualidade, mas investe em programas de educação e cultura nas comunidades em que está envolvida. O Ganja Talks conversou com Amy Wasserman, diretora de marketing da Tweed e da Canopy Growth Corporation, sobre o desfile pioneiro e outras questões da indústria canábica canadense. 

 

Ganja Talks - De que maneiras você vê uma relação entre maconha e moda?

 

Amy Wasserman - Acreditamos que a cannabis é mais do que apenas uma planta, e tem a capacidade de unir as pessoas para construir uma comunidade e avançar nesse sentido. E sabemos que, através da exploração da cultura material, a moda também tem a capacidade de fazer isso.


GT - Como foi a curadoria dos designers?

 

AW - Nós trabalhamos com a TOM* (Toronto Men's Fashion Week) para identificar uma lista de designers a partir de sua rede de talentos canadenses. Quando discutimos inicialmente a oportunidade, eu estava mantendo meus dedos cruzados para garantir de 3 a 5 designers interessados ​​na oportunidade. Não porque eu não acho que os designers gostariam de participar, mas porque estamos no meio da temporada de moda e desenvolver novos looks pode ser muito a pedir. E eis que conseguimos garantir 19 designers incríveis para participar, com um total de 38  looks para o show. 


GT - Você acredita que o novo caminho para a cannabis é através do lifestyle?

 

AW - A cannabis não é algo novo, já existe há milhares de anos e é usada em todo o mundo. O estilo de vida canábico sempre existiu, mas foi relegado às sombras. À medida que nos movemos para um um cenário legal, aberto e receptivo aqui no Canadá, será incrivelmente emocionante ver como a cannabis e a cultura se cruzam. À medida que seu uso se normaliza, os elementos de estilo de vida associados a ele se ampliam para capturar os diferentes tipos de pessoas que estão optando por incorporar a planta exclusivamente em suas vidas em uma era pós-legalizada.


GT - Como você analisa a repercussão do desfile?

AW - Foi maravilhoso. A sala estava lotada, os looks eram impressionantes, a música era perfeita, e o feedback foi extremamente positivo. Nós fomos tão calorosamente recebidos, que realmente não poderia ter ido melhor.


GT - A Tweed lidera vários programas, desde cannabis medicinal até moda e artes. A cannabis é mainstream? 

 

AW - Como uma canadense, eu diria que tenho muita sorte de viver em um país que facilitou a integração da cannabis. Acredite em mim, ainda temos um caminho para superar o estigma em torno do uso de cannabis, mas a mídia, em particular, fez um ótimo trabalho, facilitando uma conversa mais dinâmica sobre a cannabis, criando conteúdo que expresse seus muitos usos e desenvolvendo a discussão para incluir inovação, saúde, economia, tendências e muito mais. 


GT - Em que medida as empresas canábicas são responsáveis ​​pela criação de uma indústria justa, sustentável e, ainda, autêntica?


AW - Nós só temos uma chance de lançar uma indústria nova e legal, então eu diria que temos uma tremenda responsabilidade. O mundo está nos observando, e estamos nos avaliando - o objetivo é estabelecer um exemplo positivo que possa ser implementado globalmente à medida que a reforma da cannabis progride ao redor do mundo.


GT - Você consegue mensurar o impacto da legalização da cannabis para empresas no Canadá?


AW - Os efeitos serão amplos. Isso aumentará nossos negócios no Canadá e nos permitirá expandir muitas vezes. A legalização será um benefício para a indústria da construção civil e para o setor de estufas no curto prazo, conforme os meios de produção estão sendo construídos. A nível macro, criará empregos e receitas fiscais para que a economia receba um impulso da legitimação de um setor ilícito.

 

Imagens: Tweed: Fabric of Creativity (Mr. KOA)

 

Please reload

gt-banner-quadrado-volta-ao-mundo.gif

destaques

Please reload

nas redes sociais

  • Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • YouTube Social  Icon
  • Instagram Social Icon

INSTAGRAM